Copyright © Um Tesouro no Céu
Design by Dzignine
domingo, 10 de maio de 2009

Erros Passados Movem Moinhos???

Os anos passaram... E várias idéias que antes eram mera fantasia, hoje são parte da nossa realidade. Mas há algo que nunca se concretizou: a criação de uma MÁQUINA do TEMPO.

Além do “sonho” de visitar um futuro distante, ou regressar milhões de anos na época dos dinossauros, a volta ao passado envolve o potencial de, num certo lugar e instante, reparar uma determinada AÇÃO que consideramos desastrosa.

Ora, falhas passadas lançam sobre nós dois desafios angustiantes: o primeiro, a consciência de que poderíamos ter feito melhor, ou evitado a “mancada” pela qual nos culpamos repetidas vezes. O segundo incômodo é a conseqüência prática, resultado da perda.

Infelizmente, a tal máquina do tempo não está a nossa disposição. Então parece impossível corrigir o erro profissional, o investimento equivocado, a palavra dita na hora errada, ou a escolha que não deu em nada...

Nesses casos, precisamos mudar nosso enfoque, entender que a vida é ÚNICA e que ninguém pode evitar todas as coincidências e caminhos cruzados que surgem diante de nós.

Lamentar erros passados, e ficar presos a eles, irá tão-somente fragilizar nosso hoje e diminuir o POTENCIAL FUTURO.

Porém, muitas falhas passadas produzem efeitos PASSÍVEIS de REPARO, e podem ser transformadas em algo BOM, se nos dispusermos a trabalhar sobre elas no agora.

Isso é uma notícia boa. Então vamos ver o seguinte:

- Temos que aprender com nossas falhas para mostrar inteligência, e aprender com os erros alheios para mostrar sabedoria, motivo pelo qual o salmista Davi afirma:

Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios. (Salmos 90: 12).


- Se para nós os erros e descuidos passados parecem algo impossível de mudança – e irão comprometer nossa vida com o um todo - Deus, que tudo pode, afirma que devemos esquecê-los, pois Ele tem algo melhor e completamente novo a nos oferecer daqui para a frente:

Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas.
Eis que faço uma coisa nova; agora está saindo à luz; porventura não a percebeis? Eis que porei um caminho no deserto, e rios no ermo. (Isaias 43:18-19).

Vamos recomeçar do “hoje”, deixar o que passou - pois não é mais real, são somente lembranças - e construir, com o apoio de Deus, algo novo e melhor, afinal somos mais sábios pelo que já vivemos.
Pastor  Elcio Lourenço

2 comentários:

  1. Se erros são águas, podemos afirmar que águas ainda movem azenhas, porque é com os erros do passado que no regimos hoje nos nossos actos.
    Mas o sentido correcto da palavra, é mesmo, não moem nem fazem mover mós, porque deviamos esquecer o passado e olhar em frente.

    Parabéns pela reflexão.

    ResponderExcluir
  2. Prezada Bonellinha,
    Muito grato pelo gentil convite para conhecer seu blog.
    Diante de sua manifesta bondade, encorajo-me a tecer um comentário,
    Escolhi este tema porque ele comprova um fato que me é familiar. Embora todos professemos a crença em Deus, e por isso cremos na imortalidade, a eternidade jamais é considerada. Ora, o que é eterno é presente. Talvez possa até haver algum ponto mais distante, pelo qual demoremos mais acessá-lo, mas ele está lá, na espera. A eternidade não conhece nem passado, nem presente, tampouco futuro. Essas demarcações são apenas balizas pelas quais se cumpre a estada física, ou sólida, melhor dizendo, porque a energética também é física. Portanto, tudo apenas depende de nós. E dessarte, podemos mudar, inclusive, o passado, até pelo presente. Nao precisamos virar energia. Basta interpretá-lo mais adequadamente, e tudo estará pacificado. Mesmo os maiores desastres. Tudo faz parte da vida, que per se é divina, até instantes aparentemente sombrios, mas, por certo, apenas por falta de luz.
    Um abraço, com votos defelicidades.

    ResponderExcluir

Recent Visitors

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...