Copyright © Um Tesouro no Céu
Design by Dzignine
quinta-feira, 29 de março de 2012

Gosto de você... mas tudo tem limite (ou não?)

Cada pessoa possui, como característica de sua
personalidade e formação, pontos positivos e negativos.

E muitas vezes, na busca da paz e felicidade,
tentamos acertar o ambiente externo à nossa realidade individual.

Eu quero que o mundo seja como eu penso, e ponto final.

Ocorre que o grande desafio que eu e você temos de enfrentar não se resume a eliminar o que é  imperfeito,
limitado e fraco, ou aparentemente desgradável.


Até porque, tal "varredura" demandaria uma avaliação sempre subjetiva... Assim, uma coisa poderia ser ótima para alguém,
mas terminantemente insuportável para outros.

Então... o mecanismo não funciona no campo das relações humanas. Daí vem o cansaço, a irritação, a impaciência
com tudo e todos.
A famosa reação automática, na base do toma lá, dá cá.

Mas há uma saída. O caminho começa na valorização dos itens - talvez pequenos - que identificam o seu próximo.

Aceitar as limitações de seu semelhante é PREMISSA para que as suas próprias fraquezas possam ser aceitas,
e para que você seja avaliado por aquilo que
representa de belo e positivo.

Devemos afinar nossa compreensão do outro,
flexibilizar nossas reações, deixando a impaciência de lado,
optando por AMAR.

Experimente exercitar essa forma de pensar e de agir, e descobrirá uma vida, dia após dia, mais serena e brilhante.

"...ao colher o joio não arranqueis
também o trigo com ele...
"Mateus 13:29


http://www.pastorelcio.com/visualizar.php?idt=1781884
 
Trecho extraído do livro "Uma Janela Para O Eterno", de autoria de Pastor Elcio Lourenço. Pastor desde 1968.

4 comentários:

  1. Realmente RÊ, ninguém nem nada pode ser moldado a nossa maneira, como se fossem feitos para nós, então a solução é encontrar em cada um ou cada coisa algo que nos agrade, que gostamos e aceitar a individualidade!
    Abraço RÊ!!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado amiga Por abri esta Janela que fez refletir um através dessa Janela aberta para o Nosso Deus, apenas comento por aqui, pois quis lhe prestigiar por ter visto o grande conteúdo para leitura e destaco este importante trecho bíblico que que li aqui: "...ao colher o joio não arranqueis também o trigo com ele..."Mateus 13:29"

    ResponderExcluir
  3. Oi Rê,

    um texto sábio. Eis a chave para a serenidade: flexibilizar nossas reações, ampliar nossa compreensão, sermos seguros o suficiente para nos separarmos das reações alheias, vê-las com a distância e a compreensão necessária para não nos provocar irritação. É esta a chave da suavidade, da vida serena, da alegria constante.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Querida Regina,

    Somente quando nos valorizamos, o que somos e o que temos, é que passaremos a perceber e sentir a vida mais leve. Precisamos ser mais tolerantes uns com os outros e semear a paz.

    Beijos

    ResponderExcluir

Recent Visitors

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...